Como driblar o Mal-Estar

Vamos continuar as dicas alimentares para alguns sintomas da quimioterapia, baseado na reportagem da revista Viva Saúde:

  • Feridas na boca: baixa produção de saliva, aliada à queda da imunidade, aumenta a probabilidade de infecções bacterianas. Evitar alimentos picantes e ácidos, como pimenta, vinagre e suco de limão. Priorizar alimentos frios ou gelados melhoram a tolerância à comida, assim como receitas de fácil deglutição como frango desfiado, purês. Bochechos com água gelada antes de comer aliviam a dor.

  • Diarreia: eliminação de fezes líquidas ou semilíquidas, três ou mais vezes na semana, acompanhada de cólicas abdominais. Evitar alimentos gordurosos, derivados de leite e alimentos que provoquem gases. Priorizar água de coco, chás e sucos coados e aumentar a ingestão de água.

  • Intestino preso: ressecamento das fezes e intestino preguiçoso. Evitar pães e massas feitos com farinha branca. Investir em laranja, aveia, quinoa, mamão e muita água.

502320166.jpg

Claro que o organismo de cada pessoa reage de forma diferente diante dos sintomas. Sei que a teoria é uma coisa e a realidade outra, e tem horas que não temos força nem vontade para fazer nada.
Muitas vezes, tentamos, mas não conseguimos, falta ânimo. É difícil... por isso temos que ter muita, mas muita paciência e calma, respirar fundo e aprender a lidar com estes momentos de desânimo. O tempo é o nosso melhor aliado, o que não acontece. Mas, se no silêncio do nosso coração, aprendermos a ter serenidade, venceremos a angústia e renovaremos a nossa esperança.